Parceria PuketVendas

Dicas de visual merchandising com decoração de carnaval para a sua loja

532views

Carnaval é sinônimo de festa, e isso, é claro, pode se estender às suas vendas. Nesse contexto, boas dicas de visual merchandising podem fazer toda a diferença para tornar a sua vitrine um atrativo irresistível para os potenciais clientes, ajudando a concretizar vendas.

Como já explicamos em outro post aqui do blog, as vitrines são uma ferramenta e tanto para atrair a atenção de quem passa na porta da sua loja. Por isso, elencamos neste texto algumas boas práticas para você ficar por dentro dessa importante estratégia de vendas.

Continue a leitura e confira 8 dicas sobre visual merchandising que vão fazer da folia uma oportunidade de alcançar bons resultados!

Pesquise para se inspirar

Há muitas lojas que são referência — ou, como se costuma dizer no mundo dos negócios, benchmarking — quando o assunto é utilização de vitrines como ferramenta de vendas. Mesmo nas lojas voltadas para o público feminino, pode haver boas ideias que podem ser adaptadas para sua vitrine.

Pinterest, com suas mil e uma ideias sobre tudo, também pode ser um bom aliado nessa pesquisa. Vale olhar ainda para fora do universo das vitrines e buscar na fotografia, decoração e artes plásticas a inspiração para montar sua vitrine. Uma boa ideia para começar é organizando uma pasta com todas as referências e ideias que fazem sentido para você e outra com aquilo que você não gostou e que deve ser evitado.

Defina um tema e uma mensagem

Escolha a ideia que quer passar na sua vitrine, seja criativo e entre no espírito da festa. Essa ideia vai se concretizar em um tema: pode ser um personagem específico — como o arlequim ou passistas —, variações de um determinado adereço — como máscara, sombrinha de frevo, pandeiro — ou ainda de um elemento — como plumas, confetes, serpentina.

O tema ajuda a ter foco e a passar a mensagem que você quer, além de facilitar na compreensão e no próprio resultado final da vitrine. Ah, e não se esqueça de levar em conta o seu público-alvo! Escolha temas que façam sentido e tenham apelo para o cliente que, no carnaval e no ano inteiro, manda mais do que o Rei Momo!

Aproveite bem os manequins

Aí está um elemento que pode e deve ser muito bem valorizado na decoração da sua vitrine para o carnaval: os manequins. Vale a pena fantasiá-los ou agregar elementos típicos da festa, como estandartes de escolas de samba, instrumentos musicais ou colares havaianos — tudo vai depender das preferências do seu público. Outra coisa que funciona muito bem são os adereços de cabeça, que dão o tom festivo sem atrapalhar a percepção das roupas expostas.

Deixe sua produção profissional

Sempre que possível, é aconselhável contratar um profissional para cuidar da sua vitrine. Mas, mesmo que a sua produção seja caseira, o resultado pode ser de alto nível, desde que sejam tomados os cuidados adequados. O primeiro passo é acompanhar tudo de perto para garantir que tudo saia do jeito que você planejou. Fazer um croqui, ou seja, um esboço feito à mão, pode ser uma ótima maneira de compartilhar sua ideia e de ter uma referência para comparar o resultado com final com a ideia original.

Reaproveite materiais

A utilização de materiais reciclados posiciona sua loja como antenada em questões ambientais e ainda ajuda a economizar. Dê uma boa olhada no material que sobrou das vitrines montadas anteriormente e veja o que pode ser reaproveitado.

Fique de olho no retrô

O culto ao passado se tornou uma característica de nossa cultura. Então, buscar as memórias de velhos carnavais pode ser uma excelente opção para sua vitrine. Pierrôs, colombinas e máscaras mais tradicionais podem trazer um toque de sofisticação e nostalgia que vai chamar a atenção do consumidor mais diferenciado. Nessa mesma linha, cabem as decorações mais sutis, com referências mais delicadas, apenas “sugerindo” o carnaval, suas cores e estampas.

Use e abuse dos adesivos

Aproveitar as possibilidades da impressão de imagens em adesivos que podem ser aplicados nas vitrines. Use-os para criar um bloco, um trio elétrico, uma escola de samba. Enfim, o adesivo pode produzir o cenário, os detalhes ou outros elementos visuais que vão trazer qualidade e impacto para a sua produção.

Aprenda mais sobre visual merchandising

Essas dicas todas vêm do visual merchandising, uma disciplina que ajudou a revolucionar a maneira como o varejo via as vitrines e a decoração das lojas. A ideia é fazer com que o visual da loja não só aumente as compras, mas também melhore a experiência do consumidor dentro do estabelecimento, criando proximidade e laços entre eles.

Quando feito de maneira constante e profissional, o visual merchandising pode ter um impacto imenso sobre as vendas. Os profissionais da área costumam dizer que, quando um produto está bem apresentado, ele se vende sozinho. Além do crescimento das vendas, um bom trabalho de visual merchandising valoriza a própria percepção da marca, conferindo à loja um status diferenciado no imaginário do cliente. É a materialização daquele velho ditado: uma imagem vale mais do que mil palavras.

Pesquise boas referências

Com a maior atenção que o visual merchandising passou a receber, começarem surgir bons livros, cursos e reportagens sobre o tema. Um dos mais conhecidos é o livro “Visual Merchandising: vitrines e interiores comerciais”, de Tony Morgan, consultor e professor de Visual Merchandising do London College of Fashion e ex-diretor de visual merchandising na rede varejista Selfridges.

No livro, Morgan cobre todos os principais temas relacionados ao visual merchandising das vitrines à organização dos produtos no interior da loja, tudo com muitos exemplos e orientações práticas. Nós também temos buscado dar a nossa contribuição para aprimorar o conhecimento dos nossos leitores e desenvolver desse tema aqui no blog!

Se você curtiu essas dicas sobre visual merchandising, que tal continuar se informando sobre o assunto? Continue com a gente e descubra agora como o visual merchandising pode ajudar a aumentar as vendas do seu negócio!  

1 Comment

Leave a Response